Voltar ao topo.Ver em Libras.
Clique e ouça Divina Musica
Instituto Sétima Onda
Sétima Onda ou SEON ... Nome inspirado na crença entre os surfistas de que a sétima onda é a maior onda.
SEON, palavra de origem oriental que significa, alcançar a paz através do pleno
conhecimento e amor pela humanidade.
texto a servico do bem

Sobre o Instituto#

Instituto Sétima Onda - a serviço do bem, é uma entidade civil sem fins lucrativos, inscrita no CNPJ 23.387.976/0001-64 que realiza diversas atividades que possibilitam aos participantes acessar oportunidades, a fim de obterem as condições necessárias para o crescimento pessoal e da consciência social. Tais atividades estão alinhadas com sua vocação: App Sétima onda - o App dos MultiTerapeutas; Corrente de Saberes - Cursos e Eventos; Programa Divina Música; Simpósio Interestadual sobre Terapias Integrativas; Ação Voluntária de Reikiterapia; Ação Comunitária de Vivências Terapêuticas; Espaço para Eventos e Novos Projetos.

REGIMENTO INTERNO 

Capítulo I - da Finalidade

Artigo 1º - Detalhar a organização do Instituto Sétima Onda e regular suas atividades, norteado por seu Estatuto Social.

Capítulo II - da Organização

Artigo 2º - Assembleia Geral

Presidente; Secretário.

Conselho de Administração

Presidente; Vice-Presidente; Diretor Administrativo Financeiro.

Conselho Fiscal

Três membros titulares; Um membro suplente.

Diretoria Executiva

Diretor Executivo.

Departamentos

Associados

Fundadores; Efetivos; Contribuintes; Institucional; Voluntário; Beneméritos; Patrocinador.

Capítulo III - da Constituição

Seção I ? da Assembleia Geral

Artigo 3º - A Assembleia Geral é o poder maior da instituição e é constituída pelos Associados em pleno gozo de seus direitos estatutários.

Artigo 4º - A Assembleia Geral é dirigida por um Presidente que terá um Sócio para secretariá-lo.

§ Único - Presidente e Secretário terão que ser Associados em pleno gozo de seus direitos estatutários.

Seção II - do Conselho de Administração e do Conselho Fiscal

Artigo 5º - Os membros do Conselho de Administração e do Conselho Fiscal terão mandato de 6 (seis) anos e serão eleitos por votação em Assembleia Geral Ordinária.

Seção III ? da Diretoria Executiva e Departamentos

Artigo 6º - Os membros da Diretoria Executiva e Departamentos serão dimensionadas a partir de demanda identificada.

Capítulo IV - das Competências

Seção I ? da Assembleia Geral Ordinária

Artigo 7º - Compete a Assembleia Geral Ordinária:
I ? apreciar e aprovar o relatório de atividades e de operação financeira do Conselho de Administração relativo ao exercício findo, após parecer do Conselho Fiscal;

II ? estabelecer e aprovar o valor da contribuição anual;

III - aprovar planos de trabalho e a previsão orçamentária anual, apresentados e aprovados pelo Conselho de Administração;

IV ? Outros assuntos de interesse da entidade.

Seção II ? da Assembleia Geral Extraordinária

Artigo 8º - Compete a Assembleia Geral Extraordinária:
I ? deliberar assuntos referentes a bens e patrimônios;

II ? deliberar sobre a dissolução da instituição, proposta pelo Conselho de Administração;

III ? aprovar alteração de estatuto proposta pelo Conselho de Administração;

IV ? deliberar sobre a destituição de associado;

V ? deliberar sobre qualquer matéria de interesse da instituição ou de interesse socail, para a qual tenha sido convocada.

Seção III ? Da Presidente do Conselho

Artigo 9º - Compete a Presidente, além do que rege o Estatuto:
I - Estabelecer relações com outras entidades que possam, de alguma forma, ser parceiras da instituição;

II - Juntamente com o Diretor Administrativo Financeiro, estabelecer os valores das contribuições dos Sócios, para aprovação em Assembleia;

III - Com o apoio do Diretor Administrativo Financeiro, no decorrer do primeiro trimestre de cada ano, preparar, quando for o caso, o Orçamento Anual para aprovação;

IV - Em ano de eleições, divulgar através de Edital o dia da respectiva Assembleia com a antecedência prevista no estatuto;

V - Apresentar aos demais membros da Diretoria, propostas para que sejam conferidos títulos de Associados Beneméritos;

VI. Substituir, temporariamente, o Diretor Administrativo Financeiro.

Artigo 10º - Decidir, nos casos urgentes, ad referendum da Diretoria, nas seguintes circunstâncias:
I - Quando esteja ameaçada a imagem pública da instituição;

II - Quando esteja ameaçada a existência do Instituto como instituição;

III - Quando haja riscos de prejuízos financeiros graves para a instituição.

§ Único ? A decisão ad referendum da Diretoria só poderá se dar, caso não seja possível realizar, em tempo hábil, uma reunião de Diretoria com a presença dos demais integrantes do Conselho de Administração.

Seção IV ? Do Vice-Presidente do Conselho

Artigo 11º - Compete ao Vice-Presidente, além do que rege o Estatuto:
I - Estabelecer relações com outras entidades que possam, de alguma forma, ser parceiras da instituição;

II - No que for aplicável, coordenar a aplicação do Plano Anual de Trabalho;

III - Substituir, temporariamente, a Presidente.

Seção V ? Do Diretor Administrativo Financeiro

Artigo 12º - Compete ao Diretor Administrativo Financeiro, além do que rege o Estatuto:
I - Sugerir melhorias no Sistema de Gestão da instituição;

II - Quando solicitado, informar, aos demais Diretores a estatística relativa ao quadro social;

III - Substituir, temporariamente, o Vice-Presidente.

Seção VI ? Do Conselho Fiscal

Artigo 13º - Cabe ao Conselho Fiscal, além do que rege o Estatuto, examinar e dar seu parecer a Planos de Trabalhos, Projetos e Propostas que lhe forem encaminhadas pela Diretoria.

Capítulo V - da Admissão, Desligamento e Exclusão de Associados

Artigo 14º - O direito de participar como associado é garantido a toda pessoa física ou jurídica, representante de entidade não governamental ou órgão privado, legalmente constituído como entidades de classe empresarial, profissionais liberais, cooperativas, associações e empresas privadas e que, no entender do Conselho de Administração, venham a contribuir para a consecução dos objetivos da entidade. 

§Único ? O ingresso de pessoas físicas ou jurídicas como associados, deverá ser feito mediante cadastro, na qual conste concordância plena com as condições estatutárias estabelecidas e no presente regimento. 

Artigo 15º ? O Associado que permanecer inadimplente por mais de 12 (doze) meses será considerado desligado da instituição.

§ 1º ? Se o Associado já desligado desejar ser readmitido no Quadro de Sócios, deverá preencher novamente o cadastro e efetuar o pagamento das anuidades atrasadas.

§ 2º ? A pedido (feito por escrito) do Associado e a exclusivo critério do Conselho de Administração, poderá ser dada quitação parcial ou integral das contribuições anuais devidas.

Artigo 16º - Por decisão da Diretoria, a exclusão será aplicada ao Associado que:
I - Infringir qualquer disposição legal, estatutária ou regimental;

II - Vier a se manifestar, por qualquer meio, sem a devida consideração contra a entidade, qualquer um de seus membros ou convidados.

§ 1º ? O Associado deverá ser notificado pela Diretoria, por escrito, conforme determina o estatuto;

§ 2º - Deverá ser assegurado pleno direito de defesa ao associado encaminhado para exclusão.

Capítulo VI - dos Direitos dos Associados

Artigo 17º - São direitos do associado: 1- frequentar a sede do Instituto; 2- usufruir dos serviços e/ou atividades oferecidas pelo Instituto, cumprindo a proposição de pagamento em caso de não gratuidade; 3- manifestar sobre os atos, decisões e atividades do Instituto; 4- propor ações, programas e projetos sempre por escrito. 

§ Único ? O exercício dos direitos dos Associados está condicionado a que estes não incorram em conduta imprópria.

Capítulo VII - das Assembleias Gerais

Artigo 18º - A convocação da Assembleia Geral Ordinária é feita pela presidente do Conselho de Administração, através de publicação de edital, com pelo menos sete (07) dias corridos antes da data de sua realização e fixação do mesmo, no quadro de aviso da sede, podendo ser substituído pela mídia eletrônica.

§ Único ? O Edital deverá conter local, hora, data e pauta da Assembleia.

Capítulo VIII - das Eleições da Diretoria e do Conselho Fiscal

Artigo 19º - Para gozar do direito de votar e ser votado, os associados fundadores deverão estar em pleno gozo de seus direitos estatutários e regimentais.

§ Único ? No caso de haver somente uma chapa, a votação será por aclamação.

Capítulo IX - das Fontes de Recursos e Aplicações

Artigo 20º - A receita da entidade é constituída por: a) contribuições dos Associados, em valores propostos pela Diretoria e aprovados em Assembleia Geral; b) donativos, patrocínios e contribuições que vier a receber, c) rendas eventuais e extraordinárias (inclusive alienações).

§ Único ? Os valores auferidos deverão ser aplicados integralmente na manutenção da entidade, seus projetos e atividades que tenham sua vocação por finalidade ou promover a integração dos seus Associados.

Capítulo X - das Disposições Gerais e Transitórias

Artigo 21º ? Qualquer associado poderá constituir um Grupo de Trabalho e designar seus componentes. Entretanto, a formação do Grupo, bem como sua finalidade, deverá ser previamente aprovada pela Presidente do Conselho de Administração.

Artigo 22º ? Os Grupos de Trabalho terão sempre caráter provisório.

§ 1º ? Quando de sua criação, os Grupos de Trabalho deverão ter definidos seus participantes, seus objetivos e, quando for o caso, seu cronograma de trabalho.

§ 2º ? Somente Sócios poderão fazer parte de um Grupo de Trabalho.

§ 3º ? O produto final de um Grupo de Trabalho deverá ser apresentado por escrito a Presidente do Conselho de Administração.

Artigo 23º ? O Instituto Sétima Onda não remunera, nem concede vantagens, lucros ou benefícios por qualquer forma ou título, a dirigentes, conselheiros, benfeitores, Associados ou equivalentes, sob nenhuma forma.

Artigo 24º - O Instituto Sétima Onda é uma instituição sem fins lucrativos e não distribui resultados, dividendos, bonificações, participações ou parcela do seu patrimônio, sob nenhuma forma ou pretexto.

Artigo 25º - Os casos omissos serão resolvidos pelo Conselho de Administração e incorporados a este Regimento.

Artigo 26º ? O presente Regimento Interno entra em vigor a partir desta data.

Balneário Camboriú, 17 de março de 2.019
 

Missão#

Idealizar, realizar e difundir ideias que gerem impacto no meio ambiente, no social, no cultural e/ou na qualidade de vida.

Visão#

Visão: Ser agente inspirador de ações a serviço do bem.


Mapa e informações de localização#

Endereço:Rua Pascoal Moreira Cabral Leme n°466 - Nova Esperança
CEP:88336-310
• Balneário Camboriú - SC