Obs.: a página impressa não é necessariamente idêntica à página exibida na tela.
Item adicionado ao pedido! E agora?
Permanecer na página atualIr para a tela de finalização do pedido
Voltar ao topo.
Divina Musica no Site
Instituto Sétima OndaTexto a serviço do bem-300-40
Compartilhe:

Instituto Sétima Onda - A serviço do bem!

AnteriorPróximo
Imagens meramente ilustrativas.
06/04/2018 17:59:02 - 06/04/2018 17:59:02 - 06/04/2018 17:59:02 - 06/04/2018 17:59:0201/05/2018 21:31:31 - 01/05/2018 21:31:31 - 28/04/2018 21:16:43 - 28/04/2018 21:16:4318/05/2018 15:06:20 - 18/05/2018 15:06:20 - 18/05/2018 15:06:20 - 18/05/2018 15:06:20

Notícias

AnteriorPróximo

Planta africana rica em proteínas pode ser cultivada em casa
18/05/2018
Uma planta rica em proteínas, vitaminas e fatores anti-oxidantes. A ora-pro-nóbis, planta de origem africana, pode ser uma boa opção para vasos e jardins residenciais.

Ela é usada por muita gente para substituir a proteína da carne, como mostrado no SóNotíciaBoa.

Para que a planta se desenvolva de forma saudável, o agrônomo Paulo Guilherme, do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), ensina como cortar e cultivar as mudas.

As mudas de ora-pro-nóbis necessitam de espaço e um ponto de apoio para crescer. Portanto, é importante usar pedaços de madeiras ou bambu para apoiar a muda em muros ou superficies que possibilitem que a planta se espalhe.

Corte e plantio

Primeiro, retire um pedaço da planta.

Com uma tesoura de poda, arranque as folhas em excesso.

Aproveite-as para preparar receitas, como por exemplo, um bolinho de ora-pro-nóbis.

Deixe apenas três folhas no caule da muda, o suficiente para que ela enraize.

Enterre a ponta do caule em uma profundidade de aproximadamente dois terços do comprimento da muda.

Pressione a terra em volta do caule enterrado para ajudar no processo de hidratação.

O agrônomo ressalta que é possivel aproveitar um mesmo vaso para plantar duas ou mais mudas.

Com informações do G1

Conteúdo do SóNotíciaBoa.


05/03/2018
#BemMaisDeCem

#BemMaisDeCem

AnteriorPróximo

Ler mais »


Nossos projetos

AnteriorPróximo